Domingo, 19 de Setembro de 2021 11:23
85 987987408
Educação Educação

A linguagem neutra é uma destruição perigosa, diz Flavio Morgenstern

Analista político critica o uso do subdialeto e a posição do Museu da Língua Portuguesa

04/08/2021 09h50
Por: Imprensa Livre do Ceará Fonte: Revista Oeste
A linguagem neutra é uma destruição perigosa, diz Flavio Morgenstern

Na semana passada, o Museu da Língua Portuguesa surpreendeu muita gente ao usar a palavra “todes” em seu anúncio de reabertura. Mais: a entidade propôs o debate acerca do “subdialeto”.

Considerada inicialmente como inofensiva, a discussão já contamina o sistema de ensino e até empresas privadas. A Revista Oeste conversou com o analista político e escritor Flavio Morgenstern sobre o assunto.

Confira, abaixo, os principais trechos da entrevista.

1 — Qual a origem da chamada “linguagem neutra”?

As discussões começaram em grupos feministas norte-americanos, no auge da radicalização de maio de 1968. Livros como The Handbook of Nonsexist Writing e The A–Z of Non-Sexist Language foram criados para retirar elementos que marcassem gênero das palavras. Contudo, essas identificações variam. As feministas dos EUA escolheram um péssimo idioma para enfiar a ideologia revolucionária: o inglês. O artigo the é universal: masculino, feminino, neutro e plural. As marcas ficam apenas em pronomes (he, she, it) e nos próprios substantivos e nomes: wife, por exemplo, é esposa, e husband, marido. A exigência foi usar algo genérico, que não classificasse o gênero, como o they — eles. Outras línguas, porém, marcam gênero nesse pronome: o português tem “eles” e “elas”. O que é neutro em uma língua pode não ser em outra.

2 — A língua portuguesa tem condições de absorver as mudanças que os ativistas propõem?

Nenhum idioma tem. Variações e determinações linguísticas ocorrem naturalmente, e não por imposição ideológica de algum grupo. Desafio qualquer defensor da “gramática trans” a conseguir falar por dois minutos com a suposta “linguagem neutra”. Além de não conseguirem pedir uma laranja ou um pepino, ainda terão sérias dificuldades com palavras que mudam de sentido conforme trocam de gênero: “a cura” é uma solução médica, “o cura” é um religioso; “a grama” nasce no quintal, entre outros. A linguagem neutra não é frescura, mas sim uma destruição perigosa.

“Países da União Europeia aceitaram o terraplanismo linguístico com assustadora rapidez”

3 — Quais países aderiram ao “subdialeto”?

Países da União Europeia aceitaram o terraplanismo linguístico com assustadora rapidez. O que é sempre contraditório, já que você encontrará cerca de 20 palavras com marcações de gênero, inclusive para pessoas, em documentações, só para deixar a militância feliz. Aí, incluem-se Espanha, França, Suécia, Alemanha, Áustria, Holanda, Finlândia, Noruega, Grécia, Sérvia e Israel, entre outros.

4 — Como ficam os ajustes na língua para os deficientes visuais e auditivos?

São um público que precisa de marcas na língua até para saber com quem estão falando. Pergunto: como um aplicativo de leitura vai conseguir reconhecer as palavras alunxs, elus ou [email protected]? É uma frescurite com preço altíssimo.

5 — O Museu da Língua Portuguesa não condenou o uso da linguagem neutra, mas sim defendeu o debate sobre seu uso. O que você pensa acerca disso?

Na Bíblia, no livro de Juízes, os homens de Gilead conseguiam identificar quem eram os homens de Efraim apenas pedindo para pronunciarem a palavra shibboleth. O termo identifica uma palavra usada apenas por um grupo dentro de uma comunidade maior, por exemplo. Os gramáticos do museu deveriam saber disso. Ao tratar da linguagem neutra, o museu está “defendendo o debate” sobre o uso de um termo empregado apenas por revolucionários radicais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Fortim - CE
Atualizado às 11h09 - Fonte: Climatempo
27°
Poucas nuvens

Mín. 22° Máx. 35°

29° Sensação
32.8 km/h Vento
68.1% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (20/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Terça (21/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias