Domingo, 19 de Setembro de 2021 10:44
85 987987408
Esportes Futebol cearense

O que mudou da estreia da Série A para o início do 2° turno em Ceará e Fortaleza?

Leão Vojvojizado, topo de tabela e sequência de empates; Vovô demite treinador Guto e traz Tiago Nunes. E aí, o que esperar?

11/09/2021 18h46
Por: Imprensa Livre do Ceará Fonte: Globo Esporte
Lucas Crispim e Wellington Paulista, Fortaleza x Santos, Arena Castelão — Foto: Fabiane de Paula
Lucas Crispim e Wellington Paulista, Fortaleza x Santos, Arena Castelão — Foto: Fabiane de Paula

E lá se foram 19 rodadas desde o início da Série A do Campeonato Brasileiro (uma a menos para o Ceará, é bem verdade). De lá para cá, Vovô e Leão passaram por altos e baixos, mas conseguiram uma boa campanha, a ponto de terminar a metade da competição nacional entre os 10 primeiros. Mas de lá para cá, o que mudou em cada equipe? Tentemos descobrir.

 

O Leão Vojvojizado

 

Na estreia, o Fortaleza encarou o candidatíssimo ao título Atlético-MG - que já tinha Hulk. Foi dele, inclusive, o gol do Galo. No entanto, no duelo Marvel x Pokemon, foi Pikachu quem entrou na segunda etapa e surpreendeu os donos da casa marcando dois gols e dando a vitória ao Tricolor. Surpresa para alguns? 

Quem se surpreendeu com aquele 2 a 1 sobre o Galo, talvez tenha se maravilhado com o 5 a 1 aplicado sobre o Internacional na rodada seguinte. A "surpresa" Fortaleza atacara novamente. Fez a obrigação ao vencer o Sport no jogo seguinte e já acumulava nove pontos em nove disputados na Série A.

Uma sequência de três empates e uma derrota (para o Flamengo) talvez tenha feito o torcedor imaginar que o Fortaleza voltaria à prateleira que lhe era de direito, alguma rebaixada ante os líderes e favoritos da competição. Ledo engano. Triunfos sobre Chapecoense, América-MG, Corinthians, São Paulo e Bragantino mostraram que o Tricolor queria mais do que apenas ser figurante.

Fato é que o Tricolor do Pici conquistou o país ao ter um dos jogos mais envolventes. Sempre buscando o ataque, não se fez diminuto ante a grandes equipes do futebol brasileiro e buscava, o tempo todo, o ataque. Vojvoda não demorou a cair nas graças da população tricolor, que rapidamente ficou Vojvojizada. Também pudera. A reta final talvez preocupe. Já são quatro jogos sem vencer. Mas se jogar futebol for que nem andar de bicicleta, os comandados de Vojvoda ainda têm muita lenha para queimar neste segundo turno. A primeira metade já era. Agora é buscar a famosa "intensidad" mais à frente.

Lucas Crispim e Wellington Paulista, Fortaleza x Santos, Arena Castelão — Foto: Fabiane de Paula/SVM

Lucas Crispim e Wellington Paulista, Fortaleza x Santos, Arena Castelão — Foto: Fabiane de Paula/SVM

 

A opção alvinegra

 

Estreias em casa costumam trazer esperanças de vitória ao torcedor. Ainda que contra um cambaleante Grêmio (que iria fazer uma campanha de recuperação na Série A), o Ceará entrava em campo com um time reserva. Afinal, havia o enorme peso de uma decisão pela Copa do Brasil contra o Fortaleza pela frente e Guto sabia da importância deste jogo. Em campo, os reservas deram conta do Recado contra o Grêmio de Tiago Nunes (olha só). Mas foi com emoção. Aos 48, Jorginho (que substituiria Vina em mais alguns jogos) deu a importante vitória ao Vovô.

Derrota para o Santos, empate sem gols com a Chapecoense, derrota para o Bahia... o torcedor foi começando a perder a paciência na Série A. Sem contar as competições em paralelo (eliminação na Sul-Americana, Copa do Nordeste e Cearense). Mesmo assim, a diretoria optou por Manter Guto Ferreira à frente do comando técnico.

Até que uma invencibilidade foi sendo construída. Entre vitórias e empates (muitos empates), o Vovô foi subindo na tabela e vendo o G-6 cada vez mais de perto. Seria uma Pré-Libertadores um sonho não tão distante assim? A invencibilidade caiu por terra 11 jogos depois, num revés para o Corinthians em que o futebol apresentado preocupou. E foi justamente esse futebol...

Que o torcedor passou a questionar. Aquele brio dentro de campo não se via mais. A cobrança individual pesou. Vina, por exemplo. Maior nome da temporada 2020, ainda não havia mostrado serviço. As lesões no elenco (e punições, haja vista Nordestão), foram dando oportunidades a Buiú, Gabriel Lacerda, Rick e Kelvyn, que deram conta do recado. Peças foram perdidas (Charles, Pagnussat, Saulo Mineiro) e repostas (Erick, Airton, Messias). Mas aquele Vovô de outrora havia ficado pelo caminho. Mesmo assim, o Top 10 estava lá, intacto na tabela.

Comemoração Vina, Ceará x Flamengo — Foto: Fabiane de Paula/SVM

Comemoração Vina, Ceará x Flamengo — Foto: Fabiane de Paula/SVM

Até que às vésperas do fim do primeiro turno, Guto Ferreira foi demitido. Veio Tiago Nunes. O novo treinador, inclusive, teve menos de duas semanas para se adaptar ao máximo ao novo elenco e já encarar o Grêmio, seu ex-clube, na rodada de número 20 da Série A. Resta saber o que ele implementará de novo. O que deixará de legado do período Guto (afinal, foi quase um ano e meio de Gordiola à frente do Vovô).

 

E agora?

 

Os desafios são inúmeros. O campeonato ainda é o mesmo. E para quem pede tempo, metade dele já se esvaiu com 19 rodadas (falta uma para Ceará). Os adversários já são conhecidos e talvez não haja mais tanto espaço para rechear o elenco com novos nomes. As peças estão aí. Os comandantes também. Resta saber qual será a estratégia a ser utilizada.

 

Veja provável Fortaleza x Atlético-MG

 

Provável Fortaleza, Atlético-MG — Foto: Arte ge

Provável Fortaleza, Atlético-MG — Foto: Arte ge

 

Veja provável Ceará contra o Grêmio

 

Provável Ceará diante do Grêmio — Foto: Arte ge

Provável Ceará diante do Grêmio — Foto: Arte ge

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Esporte local
Sobre Esporte local
Tudo sobre o esporte local em um só lugar!
Fortim - CE
Atualizado às 10h24 - Fonte: Climatempo
27°
Poucas nuvens

Mín. 22° Máx. 35°

29° Sensação
33.4 km/h Vento
68% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (20/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Terça (21/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias