Domingo, 17 de Outubro de 2021
28°

Alguma nebulosidade

Caucaia - CE

Polícia Insegurança pública

Jovem ativista social é morto a tiros no Bom Jardim, em Fortaleza

Geovanne Rodrigues Xavier, 20 anos, estava em via pública quando foi atacado por criminosos em uma motocicleta.

11/10/2021 às 14h55
Por: Imprensa Livre do Ceará Fonte: g1
Compartilhe:
Geovanne Rodrigues Xavier, 20 anos, era morador do Bairro Bom Jardim e era um dos integrantes dos Jovens Agentes de Paz (JAP). — Foto: Arquivo pessoal
Geovanne Rodrigues Xavier, 20 anos, era morador do Bairro Bom Jardim e era um dos integrantes dos Jovens Agentes de Paz (JAP). — Foto: Arquivo pessoal

Um jovem de 20 anos que atuava como ativista social foi morto a tiros no Bairro Bom Jardim, em Fortaleza. O crime aconteceu no último sábado (9).

Conforme a Secretaria da Segurança Pública, Geovanne Rodrigues Xavier estava em via pública, quando criminosos chegaram em uma motocicleta e dispararam com uma arma de fogo contra ele. A vítima chegou a ser socorrida para uma unidade hospitalar, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

 

 

Equipes da Polícia Militar realizam buscas na região para tentar capturar os suspeitos. O caso é investigado pelo 32º Distrito Policial.

Geovanne era morador do Bairro Bom Jardim e participava de projetos sociais. Além de ativista, ele era percussionista, poeta e skatista.

 

Notas de pesar

 

O Centro Cultural Bom Jardim, da Secretaria da Cultura do Estado, divulgou uma nota de pesar pela morte do jovem, que estava como um dos integrantes dos Jovens Agentes de Paz.

"Gratidão por sua parceria e por toda luz que deixou por onde passou. Segue em paz, amigo! Sua luta é nossa e não terá fim! Vamos continuar por você, por todos!", diz um trecho da nota publicada pelo centro cultural.

O Comitê de Prevenção à Violência, da Assembleia Legislativa do Ceará, também emitiu pronunciamento lamentando o homicídio de Geovanne.

 

"O Comitê de Prevenção à Violência, da Assembleia Legislativa do Ceará, manifesta a mais sincera e irrestrita solidariedade aos familiares e amigos de Geovanne e às comunidades que fazem parte do Grande Bom Jardim, um das áreas da capital que demandam uma atenção especial do poder público, principalmente no que diz respeito à vida digna e com segurança para crianças, adolescentes e jovens. Que os versos de Geovanne continuem a ecoar por outras bocas sedentas de paz e justiça: "Suas políticas públicas, para nós, não têm nenhuma eficiência (...) Nossa luta não terá fim. Enquanto existimos, resistimos".
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias