Sábado, 12 de Junho de 2021 20:22
85 987987408
Internacional Longa Marcha 5B

Foguete chinês cai no Oceano Índico

Os restos do foguete se transformaram num rastro de luz que pôde ser visto por várias pessoas a partir de Oman e também de outras localidades do Oriente Médio, por volta das 23h30, pelo horário de Brasília, do sábado, dia 8 de maio.

09/05/2021 01h03 Atualizada há 1 mês
Por: Imprensa Livre do Ceará Fonte: Olhar digital
Foguete chinês cai no Oceano Índico

Depois de gerar enorme expectativa, destroços do foguete chinês Longa Marcha 5B acabaram caindo no Oceano Índico, numa região relativamente próxima às Ilhas Maldivas, felizmente, sem causar qualquer incidente. O destino do foguete causou curiosidade e especulações durante dias entre astrônomos, observadores e muitos na internet.

 

Os restos do foguete se transformaram num rastro de luz que pôde ser visto por várias pessoas a partir de Oman e também de outras localidades do Oriente Médio, por volta das 23h30, pelo horário de Brasília, neste sábado, dia 8 de maio.

O foguete, que originalmente, pesava cerca de 22 toneladas foi um dos mais pesados objetos a reentrar na atmosfera terrestre em tempos recentes e, justamente por fazer isso de forma descontrolada, acabou despertando interesse mundial. O departamento de defesa dos Estados Unidos chegou a se pronunciar a respeito, dizendo que não interferiria na questão, querendo dizer que não tomaria providências para destruir o objeto em sua reentrada.

Mesmo com a atenção internacional, cientistas desde o início haviam avisado que o risco de incidentes em terra era baixo. De qualquer modo, a China recebeu críticas pela maneira como lidou com o foguete. Autoridades ligadas à Nasa e também à Agência Europeia afirmaram que os chineses não se prepararam adequadamente para a reentrada de um equipamento de tão grande proporção. O Longa Marcha 5B foi usado para levar ao espaço uma parte importante da futura estação espacial chinesa, batizada de Tianhe.

 

As coordenadas colocam o ponto de impacto algures a sudoeste da Índia e do Sri Lanka, perto das ilhas Maldivas.

A maior parte dos destroços arderam por completo na atmosfera, refere a mesma fonte.

Antes de entrar na atmosfera, o foguetão chegou a sobrevoar a zona do Minho por, pelo menos, duas ocasiões distintas, já durante a fase mais acentuada da queda, quando estava apenas a cerca de 140 quilómetros de altitude.

 

As rotas das diferente órbitas apontam para concelhos como Valença, Melgaço, Monção, Esposende, Barcelos, Vila Verde, Amares, Vieira do Minho e Cabeceiras de Basto, segundo as projeções efetuadas ao longo das horas que antecederam a queda.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Fortim - CE
Atualizado às 20h13 - Fonte: Climatempo
28°
Poucas nuvens

Mín. 21° Máx. 36°

31° Sensação
26.1 km/h Vento
71.9% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (13/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 36°

Sol com algumas nuvens
Segunda (14/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 36°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias